5 de novembro de 2010

Pra Ler #16

 
Depois de muito tempo sumida daqui, estou de volta, livre leve e solta! Ta, um pouco pelo menos. O fim do ano escolar ta chegando, já apresentei meu TFC, já fiz meus simulados... estou mais tranquila, portanto com mais tempo para voltar a me dedicar ao blog. Estou preparando três resenhas, mas enquanto elas não ficam prontas, não pensem que esqueci do Pra Ler dessa sexta! \o/

O Garoto no Convés
John Boyne

Em abril de 1789, semanas após concluir no Taiti uma curiosa missão com fins botânicos - coletar mudas de fruta-pão para alimentar os escravos nas colônias inglesas -, o navio de guerra britânico HMS Bounty foi palco de uma revolta de parte da tripulação contra o capitão William Bligh, que acabou deixado à própria sorte em um bote em alto-mar junto com os marinheiros ainda fiéis a seu comando. Sem provisões e instrumentos de navegação adequados, o grupo enfrentou 48 dias de duras provações até alcançar a costa do Timor. O episódio inspirou numerosos livros e filmes.
Neste livro, a história da expedição é narrada do ponto de vista de John Jacob Turnstile, um garoto de Porstmouth, sul da Inglaterra, que sofre abusos de toda sorte, inclusive sexuais, no orfanato e pratica pequenos furtos nas ruas da cidade. Detido pela polícia após roubar um relógio, é salvo pela própria vítima do roubo quando esta lhe faz uma proposta: em vez de ficar encarcerado, embarcaria no HMS Bounty para passar pelo menos dezoito meses como criado particular do respeitado capitão Bligh. Turnstile aceita a barganha, planejando fugir na primeira oportunidade. Mas a rígida disciplina da vida no mar e uma relação cada vez mais leal com o capitão transformarão sua vida para sempre. É pela voz desse adolescente insolente e sagaz, mas ao mesmo tempo frágil e ingênuo, que o leitor acompanhará uma viagem repleta de intrigas, tempestades instransponíveis, cenários exóticos e lições de lealdade, paixão e sobrevivência.

O autor acrescenta novos dados e interpretações a uma história até hoje misteriosa. Sugere, por exemplo, que a receptividade sexual das nativas do Taiti pode estar na origem da insatisfação que resultou no motim. Seduzidos - ou, no caso de Turnstile, iniciados - por elas, os marujos teriam considerado intolerável a idéia de retornar para casa, o que os colocou em linha de colisão com o capitão.

Numa prosa instigante e bem-humorada, que torna esse um romance difícil de largar, John Boyne confirma as qualidades que fizeram de O menino do pijama listrado um sucesso no mundo inteiro.

Após ter lido O menino do Pijama Listrado (em breve resenha aqui), eu necessito ler O Garoto no Convés! Só digo isso.

 
A Última Música
Nicholas Sparks
 
Aos dezessete anos, Verônica Miller, ou simplesmente Ronnie, vê sua vida virar de cabeça para baixo, quando seus pais se divorciam e seu pai decide ir para a praia de Wrightsville, na Carolina do Norte. Três anos depois, ela continua magoada e distante dos pais, particularmente do pai. Entretanto, sua mãe decide que seria melhor os filhos passarem as férias de verão com o pai na Carolina do Norte. O pai de Ronnie, ex-pianista, vive tranquilamente na cidade costeira, absorto na criação de uma obra de arte que será a peça central da igreja local. Ressentida e revoltada, Ronnie rejeita toda e qualquer tentativa de aproximação do pai e ameaça voltar para Nova York antes do verão acabar. É quando Ronnie conhece Will, o garoto mais popular da cidade, e conforme vai baixando a guarda, começa a apaixonar-se profundamente por ele, abrindo- se para uma nova experiência que lhe proporcionará uma imensa felicidade - e dor - jamais sentida.

Assisti o filme não faz muito tempo, mesmo não gostando de ver o filme antes de ler o livro, mas amei! Apesar de ter a Miley Cyrus -que eu já não sou muito fã- como protagonista, o filme é incrível, e ela esteve muito boa! Preciso muito ler o livro agora, pois deve ser incrível. E sendo o Nicholas Sparks do jeito que ele é, certamente chorarei tanto no livro quanto chorei no filme, provavelmente até mais. Haaja lencinhos de papel, né. kkkk :D

3 comentários:

Mellory Ferraz disse...

Já li os dois e só tenho duas coisas a dizer:
1- AAAAAAAMO O Garoto No Convés e
2- LEIA AGORA!
HAHAHAH
Sério, é ótimo. Melhor do que O Menino Do Pijama Listrado :)

Mariana Patrício Melo disse...

quero muito ler O Garoto no Convés. Já li O menino do pijama listrado e é muito fofinho e triste. :P
E tb n li A Última Música. Mas já li Querido John do mesmo autor. está na minha lista de livros para serem lidos :)

bjin

Karine Marinho disse...

Tá quero ler O Menino do Pijama Listrado, antes, depois eu leio O Garoto do Convés!
Beijinhos, K.
Girl Spoiled